Criação de sites profissionais: por que isso é tão importante?

0

Vivemos na era digital. Basta uma breve pesquisa na internet para encontrar tudo (e mais um pouco) em apenas alguns cliques. Com isso, encontramos cada vez mais pessoas e empresas enfatizando a importância de se ter um site. Mas, afinal, será que isso é realmente necessário? E por quê? Descubra a reposta para essas e outras perguntas neste artigo.

O site nada mais é do que o conjunto de páginas, organizadas e armazenadas através de uma URL, geralmente no mesmo servidor. Para manter um site ativo é preciso ter um domínio e uma hospedagem, que vai mantê-lo acessível 24 horas por dia, 7 dias por semana. Eles têm diversas finalidades, podendo ser institucionais, de vendas, informativos ou de entretenimento.

O primeiro site publicado na internet surgiu em 1991 e foi desenvolvido pelo Centro Europeu de Pesquisa Nuclear. A ideia partiu do físico Tim Berners-Lee, que acreditava que conectando os computadores dos físicos seria mais fácil compartilhar as informações de pesquisa. Ele nomeou seu projeto de WordWideWeb, nada menos do que o famigerado www.

A iniciativa aos poucos se espalhou e novos sites surgiram nos Estados Unidos e na Europa. No ano de 1994, surgiu o primeiro navegador de internet, ajudando a popularizá-la e impulsioná-la ao fenômeno que é hoje. No Brasil o grande salto da internet ocorreu em 1996, fato este que ganhou até uma música de Gilberto Gil.

Desde então, a internet não parou mais. Conquistando cada vez mais espaço, seu uso se difundiu e popularizou, alcançando até os cantos mais remotos do país. Seja para trabalhar, estudar ou jogar conversa fora, ela é uma grande aliada, ajudando a quebrar barreiras físicas e a tornar palpável a globalização.

Por que ter um site?

Em um mercado cada vez mais competitivo, ter um site é questão de sobrevivência. Alguns teóricos são ainda mais rígidos, afirmando que se sua empresa não está na internet, ela simplesmente não existe. Hoje, o primeiro lugar onde as pessoas vão para tirar qualquer dúvida é a internet, logo, toda e qualquer empresa que deseje ser encontrada precisa estar nesse ambiente.

Ao possuir uma página na web, sua empresa se torna pesquisável. Independente do ramo ou nicho de atuação, quando bem utilizado, o site pode ser uma das principais estratégias de marketing de uma empresa. Ademais, este é um excelente portal de comunicação com os stakeholders, grupo de pessoas que compõe os principais interessados na empresa e nas suas atividades.

Portanto, o site pode ser utilizado como ponte para diversas outras estratégias de grande eficácia, como e-mail marketing, landing pages, referral marketing, além de ser uma ótima fonte de engajamento. Um site profissional bem construído ajuda a desenvolver o posicionamento da empresa, criando identificação com o público alvo e posicionando-se como referência no seu nicho de atuação.

Principais objeções

Apesar de todos os benefícios, muitas pessoas ainda tentam encontrar justificativas plausíveis para não ter um site. Conheça as principais objeções e nossos argumentos para cada uma delas:

“Mas minha empresa é pequena, preciso de um site?”

Sim, nos dias atuais o site é necessário, independentemente do porte ou segmento da empresa. O mercado está cada vez mais competitivo, e as organizações travam uma disputa acirrada pela preferência do consumidor. Mesmo as menores empresas podem (e devem) obter vantagem e diferencial competitivo através das estratégias digitais, facilitando a tarefa de conquistar novos clientes e fidelizar os atuais.

Além disso, toda empresa tem a intenção de crescer, não é mesmo? Caso contrário, não faz sentido manter as portas abertas. Seja qual for sua pretensão, de crescer localmente ou alcançar patamar nacional (ou até internacional) possuir um site, certamente, de deixará mais próximo do seu objetivo.

“Eu já tenho uma página no Facebook, preciso ter um site?”

De fato, possuir uma página no Facebook ou um perfil no Instagram é uma boa estratégia, que não deve ser menosprezada. No entanto, ela não anula a necessidade de se ter um site. Ambos são igualmente necessários e quando combinados podem trazer excelentes resultados a quem os utiliza.

Ter um site significa ter um domínio próprio e, portanto, não precisar dividi-lo com ninguém. Isso é bom para a sua audiência, que não precisa ser disputada com outros usuários, quanto para a construção de autoridade online. As redes sociais são ótimas ferramentas para gerar engajamento, no entanto, elas não servem para a aplicação de outras estratégias eficazes como o e-mail marketing, por exemplo. Logo, se você quer levar a sua empresa para ainda mais perto do sucesso, o ideal é combiná-las.

“Mas meu negócio é local, por que eu preciso ter um site?”

O site extrapola quaisquer barreiras físicas que uma loja ou escritório convencionais poderiam ter. Na prática, isso significa que uma pessoa que fique interessada nos seus serviços não precisa estar geograficamente próxima para que você possa atende-la.

Existem alguns negócios cujo serviço somente pode ser prestado de maneira presencial, como os consultórios de odontologia, por exemplo. No entanto, negócios como este ainda podem tirar proveito do site, afinal, essa é uma das maneiras mais eficazes de criar, manter e estreitar o relacionamento com o seu público, sejam seus clientes ou não.

“Criar um site muito é caro.”

Engana-se quem pensa que criar um site demanda de altos investimentos. Pelo contrário, esta é uma das estratégias de marketing mais baratas da atualidade. Quando comparada aos meios convencionais, como anúncios em jornais, revistas e televisão, o investimento torna-se ainda mais ínfimo.

Para quem gosta de colocar a mão na massa, existem diversas ferramentas simples e acessíveis para a criação de site profissional, totalmente online. No entanto, caso não se sinta seguro, pode também contratar uma empresa especializada. De qualquer forma, o investimento não é alto e tende a se pagar em pouco tempo, graças ao retorno obtido.

Como criar um site profissional?

Se você está convencido que ter um site é um bom negócio, chegou a hora de saber como criar um site profissional. Sim, há diferença entre fazer um site pessoal e um profissional. Este último precisa ser organizado, estruturado e bem desenvolvido, para passar aos usuários a melhor imagem da sua empresa, afinal, ele será o seu cartão de visitas online.

Antes de mais nada, você precisa entender a importância de ter um site responsivo. Atualmente a maioria dos acessos à internet são feitos via dispositivos móveis, como smartphones ou tablets. Deste modo, é fundamental que seu site esteja preparado para receber estes usuários, através de um site que se adapte a qualquer tamanho de tela, incluindo seus menus, guias e imagens.

O primeiro passo para desenvolver um site é criar um domínio. Ele é o endereço do seu site, por onde as pessoas poderão te encontrar. Quando se trata de sites profissionais, é importante que ele seja condizente com a sua marca, de modo a gerar identificação imediata. A extensão do domínio também é de suma importância, como os .com, .com.br, ..wix, entre outros. Para uma imagem ainda mais convidativa, é recomendado investir em domínios pagos.

O segundo passo é escolher a hospedagem, lugar que armazenará todas as páginas do seu site, tornando-as disponíveis e acessíveis a qualquer hora do dia. Escolher uma boa hospedagem é fundamental e evitará grandes dores de cabeça no futuro, como sites fora do ar ou manutenções constantes.

Feito isso, você estará pronto para criar o seu site. Existem diversas plataformas que auxiliam neste processo, através de layouts prontos e customizáveis de acordo com o seu modelo de negócio e marca, como o WordPress. Este é o momento de pensar em tudo que você pretende disponibilizar, como informações institucionais, página de vendas, dados de contato e blog. Tudo isso deve ser organizado de maneira clara e intuitiva, facilitando a navegação e melhorando a experiência do usuário.

Tenha especial atenção quanto ao design. Se você já tiver uma identidade de marca definida, é importante que o seu site esteja de acordo em cores e fontes, para não gerar conflitos de informação. Este processo costuma ser desenvolvido por uma agência de marketing ou profissionais especializados. O uso correto das ferramentas de design tornará o seu site muito mais atraente e profissional, aumentando a concretização de novos negócios.

Agora, basta colocar o seu site no ar e preenche-lo com conteúdo relevante e de qualidade. Para tanto, coloque-se no lugar do seu usuário e pense no que ele gostaria de encontrar em um site. Garanta que todas as suas dúvidas sejam resolvidas, sem que ele precise sair para buscar respostas em outro lugar. Este é o princípio para o desenvolvimento de uma relação de confiança, que pode resultar em novos negócios.

Principais vantagens

Como você pode ver ao longo deste artigo, as vantagens que uma empresa ou profissional obtêm ao criar um site são inúmeras. Para facilitar a análise, de modo que não lhe reste mais dúvidas quanto a este investimento, fique com a lista dos principais ganhos:

– Maior possibilidade de ser encontrada;

– Ganho de autoridade;

– Expansão do negócio;

– Maior relacionamento com a audiência;

– Aumento das vendas.

E então, o que está faltando para você criar o seu site e utilizar a internet e a tecnologia a seu favor? Gostou das dicas de hoje? Deixe o seu comentário e não deixe de compartilhar conosco a sua opinião.

Leave A Reply

Your email address will not be published.