Como transformar leads em clientes com o Remarketing

Fala galera, Henrique Carvalho por aqui Hoje eu vou falar sobre remarketing, como você pode usar essa estratégia tão efetiva para conseguir impactar novamente as pessoas que já visitaram um artigo seu, uma página de vendas, um checkout e assim conseguir otimizar a sua conversão

Bora lá! Você já foi “perseguido(a)” por anúncios que apareciam constantemente na sua tela? Ou em algum momento procurou alguma informação sobre um produto e o anúncio dele passou a aparecer em toda página que você entrava? Então você deu de cara com uma campanha de remarketing Raramente um visitante vai entrar no seu site pela primeira vez e já irá efetuar uma compra Mas ele pode demonstrar interesse clicando em alguma página de vendas e saindo, um movimento bastante natural na internet Se o visitante clica, é possível que haja interesse da parte dele Mas para ganhar o lead na internet você precisa, antes de mais nada, conquistar sua confiança

Para isso, ofereça conteúdos gratuitos e tente aprofundar a relação com seu público convidando o usuário a se cadastrar na sua lista de emails e assim manter uma relação mais próxima Isso é o que nós fazemos e recomendamos que você faça Porém, em épocas de lançamentos de produtos, onde muitos novos visitantes são atraídos para o nosso site, não há tanto tempo para criar esse relacionamento e nesses momentos nós optamos por investir em remarketing para familiarizar o visitante com nossa marca e aumentar sua confiança no nosso trabalho O remarketing é uma ferramenta do Google que marca esses visitantes que estiveram em seu site e exibe para essas pessoas seus anúncios em outros sites que fazem parte da rede de display do próprio Google Por que usar o Remarketing? De acordo com o site CMO, da Adobe, a taxa de conversão de sites não passa de 2%, ou seja, praticamente nenhum visitante que entra em um novo site realiza uma compra

As razões pelas quais um cliente abandona a página de vendas ou o carrinho de compras são as mais diversas, como: Necessidade de maiores informações sobre o produto Falta de confiança na marca Maior aprofundamento na pesquisa de preços O dispositivo utilizado, como celular ou tablet, não é considerado ideal para finalizar uma compra Tanto que 52,3% das compras iniciadas em dispositivos mobiles são abandonadas

Se as chances de converter um lead são tão pequenas, é preciso apostar em estratégias de marketing que revertam esses números E é justamente para isso que o remarketing serve Caso você tenha alguma dúvida a respeito da eficácia do remarketing em relação ao aumento da taxa de conversão de vendas, veja abaixo algumas estatísticas que provam que esse pode ser um bom investimento: Dados do eMarketer afirmam que 30% dos consumidores reagem positivamente em relação à campanhas de remarketing enquanto apenas 11% têm uma má impressão a seu respeito A maior parcela das pessoas, 59% tem uma relação neutra com esse tipo de anúncio Entre os principais objetivos para o uso de remarketing estão o aumento e na aquisição de novos consumidores, além de aumentar o engajamento no site (16%) e 12% para aumentar o brand equity

É 70% mais provável converter visitantes de sites que são alvos de campanhas de remarketing A taxa média de cliques em anúncios comuns é de 0,07% contra a média de cliques de campanha de remarketing que chegam a 0,7% O remarketing pode aumentar o alcance de um anúncio em 400% 25% dos consumidores online gostam do remarketing justamente porque é uma boa maneira de lembrar dos produtos que eles estavam olhando anteriormente A atração pelo anúncio de produtos é a razão mais comum para alguém clicar em um anúncio de remarketing, ou seja, de cerca de 37% das pessoas

Já 28% afirmam que essa é uma maneira bastante conveniente de visitar um site que eles já pretendiam visitar e também por desejarem mais informações sobre o produto anunciado, cerca de 21% Os números do retorno proporcionado pelo remarketing parecem bastante interessantes, porém, será que investir em anúncios, sejam eles quais forem, é a melhor alternativa para o seu negócio no momento? Quando investir em anúncios? Você pode atrair tráfego de duas formas: Investindo em tráfego orgânico, através da produção de conteúdos de qualidade, otimizados para SEO e de acordo com o desejo da sua audiência Ou simplesmente pagando anúncios em algumas plataformas que oferecem essa opção O tráfego orgânico é responsável por 60% de todo o tráfego que o Viver de Blog recebe Ou seja, nossa maior fonte de tráfego é totalmente gratuita

No entanto, o tráfego pago tende a trazer respostas mais rápidas, já que o tráfego vindo de mecanismos de busca é o que chamo de investimento de longo prazo Existem diferentes fontes para você comprar tráfego, como: Google Adwords (nas buscas do Google) – mais indicado para pesquisas diretas no Google Google Adwords Display (banners em sites) – mais indicado para remarketing Youtube Ads – mais indicado para fortalecer seu conteúdo dentro do Youtube Facebook Ads – fonte mais ampla, indicada a todos

Essa lista cobre absolutamente tudo, desde: Tráfego de busca Tráfego mobile Tráfego de redes sociais O Facebook Ads é a melhor e mais acessível fonte de tráfego paga existente no mercado para quem está começando Já outra fonte de tráfego pago muito utilizada, o Google Adwords, tem um alcance muito maior que o Facebook Ads, mas atualmente é uma fonte de tráfego bem mais cara e que deve ser usada quando você realmente sabe o que está fazendo

Como vantagem, ela tem uma conversão maior que o Facebook Ads, quando você a utiliza para resultados de busca ou remarketing Será que é hora de apostar no remarketing? Para quem está começando e ainda não possui um negócio bem definido ou um produto ou serviço para a venda, investir em tráfego pago e campanhas de remarketing não faz muito sentido Portanto, se você se encontra nessa posição nesse momento, aposte primeiro na construção de autoridade através do tráfego orgânico enquanto organiza melhor o seu negócio O tráfego pago é ideal quando você já possui um objetivo bem definido para seu site ou possui algum produto ou serviço onde você conseguirá medir o retorno do seu investimento em tráfego E esta é a grande sacada em relação ao tráfego pago: você precisa medir o retorno do seu investimento, o ROI

Nós compramos tráfego para artigos com o objetivo de aumentar nossa lista de emails, assim como reforçar a marca da Viver de Blog Da mesma forma, planejar viver apenas de tráfego orgânico pode atrasar seu sucesso financeiro em alguns anos por não escalar seu tráfego com maior rapidez Por essa razão, o tráfego orgânico dará estabilidade e crescimento de forma consolidada ao seu negócio, enquanto o tráfego pago dará escala ao que está funcionando Quando utilizados juntos, seus resultados são muito mais expressivos Então se você quer potencializar ainda mais sua taxa de conversão de vendas, considere investir em remarketing

E para saber como e quando fazer isso da forma mais eficiente possível, primeiro você precisa entender o comportamento das pessoas durante um processo de decisão de compra Remarketing Google x Remarketing Facebook: qual escolher? O remarketing para Facebook é um jeito de se reconectar com usuários do Facebook que visitaram seu site Se o visitante estiver logado em sua conta do Facebook e entrar no seu site, eles serão candidatos para suas campanhas de remarketing O custo por cliques de anúncios no Facebook costuma ser menor do que aqueles de mecanismos de busca, como o Google, isso porque o tráfego do Facebook não é tão direcionado Você não entra no Facebook pensando em fazer uma compra, mas sim consumir conteúdo e interagir com seus amigos

No entanto, os mecanismos de busca servem um propósito completamente diferente No Google, muitas vezes, o lead está procurando por um produto, ou seja, a compra é uma intenção, aumentando ainda mais a importância dos anúncios e, consequentemente, o valor do clique do usuário, já que o Google é uma vitrine mais eficiente para impulsionar vendas do que o Facebook O remarketing de Facebook é indicado para atrair usuários que podem vir a ser futuros clientes O remarketing feito através do Facebook aumenta suas chances de conversão a custos menores, pelo menos por enquanto Especialmente se você está em um nicho de mercado bastante competitivo, sabe que seus leads irão pesquisar várias outras opções antes de se decidir pela sua solução

Muitas vezes são tantas que o cliente já nem irá lembrar direito quais delas encontrou durante sua pesquisa O remarketing pode resolver essa amnésia indesejada, mostrando, por exemplo, seu anúncio no Facebook do visitante que deixou seu site Enquanto o Google é o lugar mais adequado para focar em vendas E esse foi o nosso vídeo então sobre remarketing Espero que você tenha curtido

Se sim, lembra de dar o seu joinha E caso você ainda não esteja inscrito por algum motivo no nosso canal no YouTube, clica, desce aí, clica abaixo nesse botãozinho vermelho para se cadastrar no nosso canal e receber novos vídeos assim que eles forem postados, ok? Vou ficando por aqui então, uma grande abraço e até o próximo vídeo Tchau, tchau

Source: Youtube

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.